Novas eleições e o golpe de Marina Silva

Marina, a isentona maior do Brasil, depois de meses calada, depois de tanta omissão diante das catástrofes naturais, políticas e econômicas resolveu se pronunciar. Mas da forma mais oportunista e promiscua que há na política brasileira: quer novas eleições gerais ainda neste ano.

Com o desgaste do petismo, principalmente de Lula, com as citações e envolvimentos de outros graúdos tucanos, e com sua popularidade em alta, Marina ver o atual estado das coisas no Brasil como a “tempestade perfeita” para ela alçar o grande voo para o Palácio da Alvorada.

Foi por causa de oportunistas de mesmo DNA que o seu, Marina Silva, que o Brasil chegou ao ponto em que estamos. Não precisamos outra.

Queremos o impeachment, e não o terceiro turno.

Jaufran Siqueira
Empreendedor de uma dezena de projetos que nunca saíram do papel. Fala sozinho e se acha a pessoa mais simpática do mundo, apesar de que as estatísticas afirmarem o contrário.

Você poderá gostar disso:

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>