O golpe de Marco Aurélio para barrar o impeachment de Dilma

O ministro do STF, Marco Aurélio, proferiu uma “ordem” ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, para que ele aceitasse o pedido de impeachment do vice-presidente (apesar que não haja precedente na história). O curioso não é somente a questão disso nunca ter acontecido ou ser quer fosse possível, como disse Gilmar Mendes, mas

Leia mais...